CRÍTICA | TRANSFORMERS 5 - O ÚLTIMO CAVALEIRO

Transformers: The Last Knight
Lançamento: 20 de julho de 2017 (2h 29min)

"Fale bem ou fale mal, mas falem de mim!"
E assim o diretor Michael Bay vai recebendo lapadas de todos os lados pela forma desorganizada, barulhenta e explosiva de mostrar a saga dos Transformers. Mas é isso que agrada os fãs dos robôs gigantes, que pagam para ir pro cinema e se desligar do mundo, pelo menos por 2 horas e meia, aproveitando o melhor que a tecnologia pode oferecer em vídeo e som.
A parte gráfica ficou impecável, com novos robôs enormes e armas incríveis. O filme é continuação direta dos eventos de Extinção, com Optimus Prime sumido no espaço e o mundo em guerra com humanos caçando robôs. O apocalipse parece estar em andamento, mas como dizem os ditados, “o inimigo do meu inimigo é meu amigo” e os humanos precisam novamente recorrer aos Tranformers para salvar o planeta.
Ponto negativo foi usar o grande Anthony Hopkins que faz o personagem Sir Edmund Burton, de forma pequena, com piadas que não encaixaram., como a dando uma dedada para um policial, chingando o mordomo robô... péssimo!
Portanto, O Último Cavaleiro traz o que sempre teve de melhor, muita cena de ação, muita plasticidade, tenta trabalhar melhor os erros recentes, mas ainda não consegue atingir a excelência. Para os fãs que curtem aquela boa e velha treta do robôs gigantes alienígenas, vão se divertir, porém se buscar coerência e entender exatamente o que eles estão tentando entregar com o longa, provavelmente sairão frustrados.

3D: Magnífico
Efeitos: Impecáveis
Ação: Empolgante
Cena Extra: Uma colada com o final do filme!




-------------------------- /// --------------------------


Seja o primeiro a comentar

Postar um comentário

--- Danosse.COM ---
Blog de Humor que há 14 anos baixa a sua produtividade!

 

Danosse.COM © 2014 | Designed by Saulo Amaral